10 de February de 2021 Tendências

Tendências de consumo no mundo digital


A Nexia Branding, empresa catarinense de gestão estratégica, expõe aqui no cosméticos br sua visão das tendências para as empresas se conectarem durante e pós-pandemia com seu público, considerando as mudanças de comportamento que esses tempos trouxeram para o mundo todo.
O impacto causado pela pandemia transformou o comportamento das pessoas, impactando todos os níveis da vida. “Nas empresas, os planejamentos de marketing tiveram que ser refeitos e até o modo como as marcas estão construindo suas estratégias teve que ser revisto, para que as marcas se adaptassem e prosperassem em tempos complexos, ” diz D.J Castro sócio- proprietário da Nexia Branding.

Nesse contexto, o , especialista em branding lista algumas tendências de consumo que estão definindo o mercado digital neste ano para as quais, acredita, as marcas devem ficar atentas:

O papel cada vez maior das compras online: pode-se dizer que as pessoas aprenderam a comprar sem sair de casa e esse hábito vai persistir. As marcas que ainda não criaram canais digitais terão de se adaptar para sobreviver. Além disso, as redes sociais agora abrem novos canais de vendas que podem ser aproveitados.

Consumo de conteúdo a partir do sofá: com boa parte das pessoas continuando a realizar trabalho remoto, e ainda com menos tempo no trânsito, acaba gerando muito mais tempo disponível para assistir vídeos em plataformas de streaming. Essa explosão no tempo de visualização pode ser uma grande oportunidade para as marcas, tanto na criação de campanhas digitais direcionadas, quanto nas estratégias de brandes content.

Um mundo com menos contato físico: a entrada no mercado de pagamento por aproximação e o desenvolvimento de novas tecnologias de realidade aumentada e realidade virtual, abrem um mundo de oportunidades que pode ser explorado para a criação de novas experiências para as pessoas, considerando que os consumidores estão dispostos a experimentar.

Gastos solidários: propósito e responsabilidade social corporativa serão requisitos obrigatórios para as marcas por uma demanda do mercado. O valor da comunidade ganha destaque e as marcas tem que se conectar a esse desejo.

Automatização da comunicação: as pessoas querem cada vez mais a personalização das experiências. Uma maneira de as marcas fazerem isso é através de Bots, que conversam com os clientes através da inteligência artificial. A tecnologia está avançando rapidamente e já consegue resolver boa parte dos problemas.

A diminuição da lealdade de marca: o crescimento das compras online transformou muitos produtos e serviços em commodities. Os millenials e a geração Z tem menos lealdade às marcas, e eles já são predominantes no mercado de consumo. Esse é um grande desafio para as marcas já estabelecidas que precisam se defender e, uma oportunidade gigante para as novas marcas se posicionarem nesse novo cenário.

Aumento da importância da saúde e do bem-estar: tudo relacionado à saúde será top-of-mind para os consumidores. As pessoas estão considerando a tendência de investir cada vez mais em si mesmo. A valorização das experiências pessoais de evolução e qualidade de vida está gerando impacto duradouro no mercado. As marcas devem olhar com muita atenção para esse segmento e oferecer propostas de valor conectadas com essas novas demandas. Elas devem atuar para aumentar seu papel nas mudanças da sociedade e gerar impacto positivo no modo como as pessoas vivem, gerando mais bem-estar e colaborando para aumentar o nível geral de saúde da população.

As marcas que estiverem atentas a essas mudanças terão muitas oportunidades para inovar, se conectar com seus consumidores e gerar crescimento em novos mercados.

Notícias Relacionadas