22 de March de 2021 Responsabilidade Social

Natura destaca ações no cuidado dos oceanos no Dia Mundial da Água


No Dia da Água, a Natura, cujo compromisso com o meio ambiente está inserido em seu nome, dá luz à conscientização fundamental sobre as formas viáveis de lidar com a problemática da poluição ao resgatar iniciativas.

Cerca de 80% do plástico utilizado no planeta tem como destino os mares, segundo a ONU, tornando fator essencial repensar escolhas e rever hábitos. A Natura acredita que, é possível promover a mudança ao oferecer o máximo, usando o mínimo. Com sua marca de perfumaria masculina e feminina Kaiak Oceano a empresa faz um convite implícito à reflexão sobre as formas sustentáveis e viáveis de lidar com o lixo que geramos, garantindo o destino correto dos resíduos, incentivando sua reciclagem e reutilização.

O recém-lançado Kaiak Oceano Feminino, assim como a versão masculina, possui parte da embalagem feita com plástico retirado do litoral brasileiro. Até 50% da maior peça plástica que compõe a embalagem do produto, os chamados "ombros", é feita de plástico reciclado - os frascos de todas as fragrâncias do portfólio de Kaiak, assim como toda a perfumaria da Natura, já são feitos com até 30% de vidro reciclado. E o filme plástico de uso único que envolve os cartuchos da nova fragrância foi eliminado para reduzir ainda mais o uso do material - agora, a caixa do produto é mais resistente e o lacre é feito com cola.



Com a iniciativa, cerca de 7 toneladas de plástico reciclado, considerando volumes projetados para um ano, serão utilizadas - o que equivale a 3 milhões de tampas de garrafas de água.

Anualmente, também visando as medidas de prevenção à natureza, a Natura mensura seus impactos ambientais por meio do Environmental Profit and Loss (EP&L, na sigla em inglês), que contabiliza em valores monetários as consequências - considerando benefícios - dos impactos ambientais causados, como consumo e poluição de água; emissão de gases de efeito estufa e outros poluentes atmosféricos; volume de resíduos sólidos gerados; e uso da terra.

Em 2017 foi concluída, a pegada hídrica dos produtos da companhia, considerando toda a cadeira de valor de suas produções - do processo de extração da matéria-prima, passando pelo ciclo de produção, até a etapa final de consumo.

Os resultados garantem os insumos necessários para que a produção de seus produtos para o mundo siga conectada aos impactos positivos, sejam eles ambientais, sociais ou econômicos.   

Notícias Relacionadas